Rádio

Durante o VII EnconASA os radialistas que atuam no Semiárido poderão acessar diariamente os boletins radiofônicos com informações relacionadas ao evento. O material, composto de um script e de entrevistas em áudio,  pode ser utilizado na programação das emissoras que queiram divulgar o Encontro.

Boletim 5 – RENOVAÇÃO DE PARCERIAS
26-03-10

Durante a plenária Relação Estado e Sociedade Civil na Construção de Políticas Públicas, realizada nesta quinta-feira (25), o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Crispim Moreira, anunciou a publicação, no Diário Oficial da União, do termo de parceria com a ASA, no valor de R$ 60 milhões. Com o novo projeto, serão construídas mais de 30 mil cisternas.

O secretário está feliz em poder dar essa notícia durante o EnconASA.

SONORA CRISPIM

Dois outros anúncios de parcerias também foram divulgados. A Secretaria de Agricultura Familiar/MDA informou que já liberou a primeira parcela do total de 3 milhões do termo de parceria firmado com a ASA. Já a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do Governo da Bahia anunciou a construção de 18 mil cisternas através de uma parceria com a ASA Bahia.

O coordenador da ASA, José Aldo dos Santos, afirma que as famílias do Semiárido serão as maiores beneficiadas.

SONORA ALDO

Boletim 4 – QUARTO DIA DO VII ENCONASA
25-03-10

A quinta feira 25 de março foi um dia de decisões importantes no sétimo Enconasa – Encontro Nacional da Articulação no Semiárido Brasileiro. Na parte da manhã os grupos que visitaram no dia anterior as experiências de famílias agricultoras debateram os temas Água, Educação Contextualizada, Terra, Economia Solidária, Auto-organização e direito das mulheres, Segurança Alimentar e Nutricional e Agrobiodiversidade. As oficinas sistematizaram avanços, desafios e propostas de ação nas diversas áreas.

A agricultora Maria Aparecida Alves, do Assentamento Franco Duarte, em Jequitinhonha, Minas Gerais, comenta os encaminhamentos da sua oficina.

SONORA CIDA-MG

Na parte da tarde, foi lançada a série de animações “Água, Alegria e Vida no Semiárido”, feita a partir de oficinas realizadas com estudantes da comunidade Ponto Novo, município de Riachão do Jacuípe, Bahia. O projeto é uma parceria entre a ASA Brasil, o Canal Futura e a Codevasf, e será transmitido na TV no mês de abril.

Foi lançado também o livro “Mulheres e Agroecologia”, com 22 experiências de mulheres em convivência com o Semiárido.

A plenária “Relação Estado e Sociedade Civil na Construção de Políticas públicas” foi composta de dois momentos. No primeiro, a presidente da AP1MC, Valquíria Lima, apresentou os resultados dos programas da ASA P1MC e P1+2. Neidson Batista, da coordenação nacional da ASA, Renato Maluf, presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar, e Jacques Pena, presidente da Fundação Banco do Brasil, refletiram sobre o significado da Articulação propor e executar políticas públicas através de parcerias.
 
Renato Maluf fala de alguns avanços da Articulação no Semiárido.

SONORA RENATO MALUF

Jacques Pena, Presidente da Fundação Banco do Brasil, acredita que é a sociedade que ganha quando suas organizações conseguem propor e executar alternativas de desenvolvimento.

SONORA JACQUES PENA

No segundo momento da plenária, a mesa composta por representantes da CONAB, do CONSEA Nacional, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate a Fome da Bahia e da Secretaria Nacional de Agricultura Familiar. Eles avaliaram a importância da parceria junto a ASA Brasil e as políticas públicas desenvolvidas no Semiárido.
Elza Braga, integrante do Consea Nacional, acredita que a ASA contribui para uma nova imagem do Semiárido, em um modelo alternativo de desenvolvimento.

SONORA ELZA

Sílvio Porto, diretor da Conab, fala dos benefícios do Programa de Aquisição de Alimentos.

SONORA SILVIO

Ana Torquato, superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do Estado da Bahia, explica os objetivos que o governo do Estado tem ao fazer parceria com a sociedade civil.

SONORA ANA

Lilian Rahal, Chefe de Gabinete da Secretaria de Agricultura Familiar do MDA, diz que a Secretaria pretende trabalhar assistência técnica adequada com as organizações do Semiárido.

SONORA LILIAN

BOLETIM 3: TERCEIRO DIA DO VII ENCONASA
24/03/10

A troca de experiência foi o foco da programação de hoje, 24 de Março, do VII Enconasa – Encontro Nacional da Articulação do Semiárido Brasileiro, que acontece de 22 a 26 de Março em Juazeiro na Bahia. Foram 14 visitas a experiências relacionadas aos temas água, terra, agrobiodiversidade, auto-organização e direitos das mulheres, educação contextualizada, economia solidária e segurança alimentar e nutricional, distribuídas em diversos municípios da região do Sertão do São Francisco.

Uma das visitas do tema “Terra” foi a Areia Grande, no município de Casa Nova- BA. Lá, 366 famílias lutam pelo reconhecimento do fundo de pasto onde criam animais de forma extensiva na caatinga há 150 anos. O Estado reconheceu no final de 2008 a natureza pública das terras e a legitimidade da ocupação tradicional, mas eles são ameaçados por empresários da região que se dizem proprietários da terra de 21 mil hectares e contam com o apoio do juiz da comarca local.

Seu Antonino é da Comunidade Riacho Grande, uma das 4 que formam Areia Grande. Ele fez 85 anos nesta quarta e disse com lágrimas nos olhos por que quis ficar na terra.

SONORA ANTONINO

Alegria e emoção deram o tom de uma das visitas sobre o tema auto – organização e direito das mulheres. A experiência é desenvolvida pelas mulheres do Grupo de Mulheres Produtoras Tomásia, do município de Casa Nova-BA, que fabrica e comercializa através da economia solidária as Petas, um biscoito feito à base da goma da mandioca que é conhecido em outras regiões como avoadores; e sequilhos, também conhecidos por ginetes.

Mesmo com dificuldades como a falta de infra-estrutura as mulheres vêm resgatando a cultura milenar da produção de alimentos típicos da região, garantindo um complemento para a renda e se envolvendo com os debates a respeito de questões relacionadas a desigualdade de gênero como por exemplo, a violência doméstica.

BOLETIM 2: SEGUNDO DIA DO VII ENCONASA
23/03/10

A programação do Sétimo Enconasa – Encontro Nacional da Articulação no Semiárido – pega embalo no segundo dia. No evento que acontece em Juazeiro, na Bahia, de 22 a 26 de março, o Grupo de Teatro Popular Carranca apresentou uma peça que resgatou a história do Capitalismo. Em seguida, o diretor da Secretaria Nacional de Economia Solidária, Roberto Marinho, e o agente da CPT, Comissão Pastoral da Terra, Roberto Malvezzi, o Gogó, debateram alternativas ao atual modelo de desenvolvimento.

Gogó ressaltou a importância do papel da agricultura familiar para o país e avaliou que as ações da ASA junto com os agricultores e agricultoras conseguiram tirar do papel e levar para a prática o conceito de convivência com o Semiárido.

A agricultora, Zarinha do município de Russas, região do Vale do Jaguaribe, Estado do Ceará, enfatizou dois grandes projetos que atingem a população local. 

SONORA ZARINHA

Roberto Marinho situou a ASA entre outras redes de organizações sociais no Brasil e no mundo que propõem um novo modelo de desenvolvimento. Essa alternativa teria como indicadores a redução das desigualdades de gênero e etnia, a relação de respeito com a natureza e o bem estar geral de todas as pessoas. Roberto falou da crise da civilização moderna, mostrando o mito do modelo de desenvolvimento atual: um sexto da humanidade, ou seja, 1 bilhão de pessoas, passa fome no mundo; 10 milhões de crianças morrem por ano no mundo por causas evitáveis; e dois terços da humanidade são descartáveis para o Capitalismo, pois não há mercado de trabalho nem sequer de consumo para eles.

Nas ruas de Juazeiro

Mais de 4 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, marcharam em defesa do Semiárido pelas ruas de Juazeiro. A caminhada reuniu delegações de todos os Estados do Semiárido, ou seja, os nove Estados do Nordeste e Minas Gerais, integrantes de comunidades rurais de municípios vizinhos e representantes de órgãos públicos.

As delegações trouxeram elementos que representam a cultura de cada lugar, faixas e cartazes com mensagens e denúncias relacionadas as realidades de cada Estado. Um momento forte foi a entrada na orla do Rio São Francisco, que é símbolo da vida e resistência das famílias agricultoras do Semiárido.

O estudante de agropecuária, Aldenor do município de Curaçá ressaltou a importância da participação na caminhada para o seu aprendizado

SONORA ALDENOR

Fabiana da Silva, da Comunidade Campo Formoso, Diocese de Senhor do Bonfim, membro da Pastoral da Juventude no Meio Popular, acredita que a passeata é um impacto para a sociedade.

SONORA FABIANA

Feira

A noite cultural animou a abertura da Feira de Saberes e Sabores, que atraiu várias pessoas da cidade para conhecer os artesanatos, comidas típicas e experiências que simbolizam a diversidade e a riqueza cultural dos Estados do Semiárido brasileiro. Sementes, bordados, bebidas, doces e até mesmo sabonetes e xampus naturais podiam ser encontrados nos estandes montados para cada Estado.

A agricultora Rosirene, do Estado do Rio Grande do Norte a feira explicou para que veio participar da feira

SONORA ROSIRENE

Os cantores Nilton Freitas e Gogó encerraram com muito forró a programação cultural da noite.

No dia 24 de março, os participantes do sétimo Enconasa vão visitar experiências de famílias agricultoras da região.

Boletim 1: Abertura do VII Enconasa
22/03/10

Entusiasmo e participação deram o tom da noite de abertura do sétimo Encontro Nacional da Articulação no Semiárido Brasileiro, ASA Brasil, realizado ontem em Juazeiro, na Bahia. Cerca de 500 pessoas, entre agricultores, técnicos, representações de organizações não governamentais, de empresas e do governo marcaram presença no auditório da Univasf – Universidade Federal do Vale do São Francisco.

A noite teve início com as apresentações dos músicos Roberto Malvezzi, o Gogó, e Nilton Freitas; e  do grupo de dança educativa Caminhos da Cidadania, formado por adolescentes. Em seguida, a agricultora Deuzuíta Ferreira Alves, da comunidade Marquinha, município de Remanso, Bahia, falou do principal benefício que os programas da ASA trouxeram para a sua comunidade.

SONORA DEUZUÍTA FERREIRA

No momento seguinte, as delegações dos Estados que compõem a ASA Brasil se apresentaram ao público com músicas, bandeiras, poemas e danças típicos das suas regiões.

Representantes dos governos municipal, estadual e federal, de órgãos públicos e da ASA foram convidados a compor a mesa e falar da importância da parceria com a Articulação.

A articuladora do Pacto pela Infância no Semiárido, Iara Farias, considera a ASA uma aliada no trabalho pela qualidade de vida de crianças e adolescentes no Semiárido.

SONORA IARA FARIAS

O coordenador geral de Acesso a Água do MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome –, Igor Arsky, enfatizou as suas expectativas quanto a continuidade da parceria entre MDS e ASA.

SONORA IGOR ARSKY

A superintendente da Codevasf, Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco, Ana Angélica Almeida, destacou a parceria com a ASA como uma forma eficaz de atender a realidade das famílias de pequenos agricultores do Semiárido.

SONORA ANA ANGÉLICA

Para o segundo dia do Enconasa, estão previstos uma apresentação teatral sobre os modelos de desenvolvimento no contexto da crise; uma caminhada pelas ruas de Juazeiro, finalizando na orla do Rio São Francisco; e a abertura da Feira de Saberes e Sabores, onde os agricultores vão expor, trocar e vender produtos como artesanato, comidas típicas, sementes, roupas trazidos das várias regiões do Semiárido brasileiro.

2 respostas para Rádio

  1. Teôneo Lima disse:

    Olá amigos e amigas a Nova Vida está a disposição para divulgar este maravilhoso e importante evento.

    Conte conosco!

    Teôneo Lima

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: